Hora certa:
 

Notícias

AstraZeneca é eleita uma das melhores empresas para se trabalhar pelo 17º ano consecutivo

A AstraZeneca aparece pela 17ª vez no ranking das melhores empresas para se trabalhar do Great Place to Work. A biofarmacêutica global ficou em 35º lugar do ranking que contempla empresas multinacionais de 100 a 999 funcionários. Foram mais de 4 mil empresas inscritas.

A gigante do setor foi reconhecida por milhões de brasileiros, principalmente a partir do início das pesquisas de desenvolvimento da vacina contra a COVID-19, em parceria com a Universidade de Oxford. "Quando os melhores talentos trabalham em sinergia perseguindo a inovação e as melhores soluções em saúde, o resultado é certeiro e recebemos hoje mais uma confirmação de que trilhamos o caminho correto", enfatiza Rafaella Lopes, diretora de Recursos Humanos da AstraZeneca Brasil. "Tal certificação desperta ainda mais a curiosidade da população sobre a AstraZeneca, a cultura e as possibilidades oferecidas pela companhia, que abrangem um amplo portfólio e vão além da vacina", complementa.

Atualmente, a empresa conta com diversas iniciativas internas de Diversidade e Inclusão que compõem o comitê Relevando Diferenças. Composto por funcionários de diversos departamentos, os projetos consistem na realização de eventos e palestras ao longo de todo o ano, e ajudam a traçar estratégias por meio de pesquisas que abordam temas como equidade de gênero, orientação sexual, religião, raça, desigualdades sociais, pessoas com deficiências, saúde mental entre outras questões.

Roberto Mega é analista de eventos e atual líder do Iguais & Diferentes, e conta que "o grupo tem a missão de sensibilizar os colaboradores sobre a importância da inclusão de pessoas com deficiências, assim como os demais comitês, para vivermos a diversidade em um ambiente acolhedor, motivador e mais acessível, fazendo da AstraZeneca uma empresa ainda mais inclusiva e atenta às diferenças".

Além disso, a inovação é outra prioridade da empresa para com os colaboradores. Por isso, em 2017 a AstraZeneca criou o projeto PLAN100. "A iniciativa visa combinar funcionários de alto potencial com diferentes projetos ao redor das dezenas de países em que estamos presentes e promover um intercâmbio cultural", explica Rafaella. A executiva conta que, até o momento, 300 pessoas participaram, sendo 10 brasileiros.

Uma dessas pessoas é a Ana Luisa Zainaghi, gerente de comunicações médicas da AstraZeneca Internacional. Em 2020, ela participou da iniciativa global de maneira remota, por conta da pandemia, e enfatiza que o programa foi fundamental para prepará-la para o próximo passo de sua carreira. "Quando comecei o programa, estava em uma posição de coordenação aqui no Brasil. Essa experiência me possibilitou ter mais exposição a líderes de fora do meu mercado, além de aprender sobre novas áreas e novas realidades, uma bagagem essencial para ascender na carreira. Quando a oportunidade de me candidatar a uma nova posição apareceu, tanto eu quanto a organização sabíamos que eu estava pronta para esse próximo passo. Realmente o programa foi essencial para mim!".

Com mais de 20 anos de história, a empresa prioriza a inovação em todas as suas frentes, em prol de qualidade não só para os pacientes, mas para seus colaboradores também. Presencialmente ou à distância, está comprometida em manter um ambiente agradável, confortável, ergonômico e multifuncional para as diferentes equipes. 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.144.55.253 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)