Hora certa:
 

Notícias

Estudo constata ampla preferência por remédios de marca, apesar da economia significativa que os genéricos representam

Um estudo realizado pela Orizon apontou que 94% dos seus beneficiários preferem os medicamentos de marca na hora de comprar remédios nas farmácias. Destes 39% adquiriram somente medicamentos de marca, enquanto 55% compraram remédios de marca e genéricos. Apenas 6% dos beneficiários utilizaram somente os genéricos.

Para o superintendente de Negócios Corporate da Orizon, Leopoldo Veras da Rocha, apesar dos genéricos terem sido criados há quinze anos para facilitar o acesso aos medicamentos, o produto ainda é tabu. "Existe a desconfiança em relação a qualidade do medicamento por uma parcela bastante grande da população", lembra Leopoldo.

O levantamento ainda constatou que a conta na farmácia poderia ser reduzida em média 36%, em relação aos medicamentos de marca que possui seu genérico equivalente. Para um paciente que toma remédios de uso contínuo para controlar a Hipertensão, por exemplo, a economia anual pode chegar a 40%, com esta substituição. Já para quem sofre com o Diabetes, a diferença que fica no bolso, com a substituição do medicamento de marca pelo genérico equivalente, pode chegar a 34%.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa, os genéricos são medicamentos que contêm o mesmo princípio ativo, dose, forma farmacêutica (xaropes, comprimidos, cápsulas ou outras) e também a mesma indicação terapêutica e segurança que o medicamento de referência. "O genérico tem qualidade, eficácia e segurança comprovados por meio de testes científicos, o que desmistifica a desconfiança do genérico em relação a sua qualidade", completa.












Fechar



SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.196.100.174 | CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)