Hora certa:
 

Notícias

Variação de preços de remédios ultrapassa 900% em setembro

Um levantamento feito pelo Consulta Remédios, site e app comparador de preços de medicamentos e produtos de perfumaria, revela uma variação expressiva nos valores de alguns medicamentos e itens de perfumaria durante o mês de setembro. A maior variação de preços é do medicamento Anastrozol, repositor hormonal também utilizado no tratamento de câncer de mama em mulheres na pós-menopausa, que teve o preço mínimo de R$ 41,90 e máximo de R$ 436,87, o que representa uma variação de 943%. Outros medicamentos como a Rosuvastatina Cálcica, redutor do LDL- colesterol, e o Tadalafila, para disfunção erétil, oscilam de preço em mais de 500%.

Entre os produtos de perfumaria, o que teve a maior diferença de preços foi o Lavitan Hair, antiqueda de cabelos, que variou 195% com valor médio de R$ 15,93. “Alguns fatores podem justificar a diferença de preços entre medicamentos e a carga tributária é um dos principais. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), por exemplo, varia muito para cada estado e há uma série de outros parâmetros que também interferem nesta tarifação. No Brasil, os preços de remédios são regulados por órgãos específicos e monitorados pela Anvisa, e também há penalidades previstas em caso de descumprimento das regras”, explica Paulo Daniel Vion, CEO do Consulta Remédios.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.81.73.2 | CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)