Hora certa:
 

Notícias

Boehringer Ingelheim apresenta resultados de 2017

A Boehringer Ingelheim (BI) alcançou excelentes resultados financeiros em 2017, apresentados na Conferência Anual, na Alemanha. Todas as divisões de negócios contribuíram para o crescimento das vendas líquidas da farmacêutica, que chegaram a cerca de 18,1 bilhões de euros, representando um aumento de 15,7%.

Considerando  a troca de ativos com a Sanofi, a BI registrou um crescimento das vendas líquidas de 6,1%. O balanço mostrou que, com lucro operacional de cerca de 3,5 bilhões de euros, o retorno da farmacêutica sobre as vendas líquidas foi de 19,3%.

Focada em inovação, em 2017, a BI investiu intensamente na área de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), com aplicações que ultrapassaram os 3 bilhões de euros, dos quais aproximadamente 2,7 bilhões foram destinados à Saúde Humana. "Queremos continuar focando os esforços nos desafios relacionados à pesquisa. Um alto investimento em P&D, portanto, reflete a nossa identidade corporativa", afirma Hubertus von Baumbach, Presidente do Board of Managing Directors (BMD).

Além disso, a empresa iniciou estudos clínicos com 13 moléculas inéditas e segue focada em pesquisas nas áreas cardiometabólicas, oncológicas, respiratórias, imunológicas e do sistema nervoso central. "Temos um pipeline extremamente competitivo com 80 projetos em desenvolvimento", afirma von Baumbach.

Crescimento em todas as unidades

No último ano, a BI obteve crescimento orgânico em todas as divisões de negócios. "A área de medicamentos voltados à Saúde Humana, em especial, superou as nossas expectativas", pontuou Michael Schmelmer, CFO e membro do BMD.

Saúde Humana foi responsável por cerca de 70%  das vendas líquidas da BI. No geral, as vendas líquidas de produtos farmacêuticos aumentaram 6,9%, chegando a mais de 12,6 bilhões de euros, crescimento que superou o do mercado.

Em Saúde Animal, com as adições proporcionadas pela troca de ativos, as vendas líquidas mais do que dobraram, chegando em 3,9 bilhões de euros. No geral, 22% das vendas líquidas totais da BI são oriundas dessa divisão.

"Nossos funcionários merecem total reconhecimento e gratidão, pois, devido ao seu compromisso, somos agora competitivos em Saúde Animal. Trabalhamos em avanços que farão com que as doenças sejam controláveis pela prevenção", explicou von Baumbach.

Por fim, os negócios biofarmacêuticos cresceram 10,7% em 2017, chegando em 678 milhões de euros, contribuindo com 4% para o total de vendas líquidas.
 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.198.126.110 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)