Hora certa:
 

Notícias

Ana Paula Padrão mediará simpósio sobre insuficiência cardíaca durante Congresso Brasileiro de Cardiologia

Conversa com especialistas abordará avanços no tratamento da doença que atinge 3 milhões de brasileiros1
 
No dia 14 de setembro, a Novartis realizará, durante o durante o 73º Congresso Brasileiro de Cardiologia, o simpósio “Padrão na IC” para debater os rumos do tratamento da insuficiência cardíaca (IC). O evento será mediado pela jornalista e apresentadora Ana Paula Padrão e contará com renomados especialistas do Brasil como Dr. Dirceu de Almeida, Dr. Marcus Simões, Dr. Otavio Rizzi Coelho e Dr. Félix Ramires.
 
A insuficiência cardíaca consiste na incapacidade de o coração bombear o sangue para o corpo3 e causa alto risco de morte, sendo que 50% dos pacientes não sobrevivem mais de cinco anos após o diagnóstico2. A IC provoca duas a três vezes mais mortes que cânceres como intestino e mama4. A má alimentação, sedentarismo, hipertensão e diabetes são exemplos de fatores que podem contribuir para a incidência em pessoas mais jovens, com menos de 65 anos.
 
“É fundamental trazermos à tona esta discussão no principal evento de cardiologia do país. A insuficiência cardíaca muitas vezes é vista como uma condição e não uma doença alarmante, que sozinha impacta 3 milhões de pessoas no Brasil1”, destaca Márcia Schontag, diretora médica de Cardiovascular e Metabolismo da Novartis.
 
Apesar de não ter cura, a enfermidade tem tratamentos disponíveis no Brasil que oferecem qualidade de vida aos pacientes6. Dentre eles, a combinação de sacubitril/valsartana é a mais nova terapia nesta área, após mais de dez anos sem novas medicações para a doença. Com segurança e eficácia comprovada, o novo tratamento reduz mortalidade, hospitalizações recorrentes, atendimentos de emergência e permanências na UTI, o que melhora a qualidade de vida e diminui custos ao sistema de saúde6.
 
Além do seminário “Padrão na IC”, a Novartis também realizará outras discussões sobre a doença nos painéis Avaliação do Risco, Prognóstico na IC e nas apresentações na Arena Novartis.
 =9ptReferências
[list=1] [*]=9ptStevens B, Pezzullo L, Verdian L et al. =9ptThe Economic Burden of Heart Diseases in Brazil. World Congress of Cardiology & Cardiovascular Health 2016. Disponível em: https://www.ispor.org/research_pdfs/54/pdffiles/PCV68.pdf . Acessado em 2 de abril de 2018 [*]=9ptLloyd-Jones et al. Heart disease and stroke statistics--2010 update: a report from the American Heart Association. Circulation. 2010;121:e46-21510. [*]=9ptHeart failure matters. What goes wrong in heart failure? =9ptDisponível em: http://www.heartfailurematters.org/en_GB/Understanding-heart-failure/What-goes-wrong-in-heart-failure. =9ptAcessado em 12/07/2018. [*]=9ptAlbuquerque DC, Souza-Neto JD, Bacal F, et al. I Brazilian Registry of Heart Failure – Clinical Aspects, Care Quaility and Hospitalizations Outcomes. Arq Bras Cardiol 2015 104(6)433-442. [*]=9ptMcMurray JJV, Packer M, Desai AS, et al. =9ptAngiotensin–Neprilysin Inhibition versus Enalapril in Heart Failure.N Engl J Med 2014;371:993-1004. [*]=9ptKhariton, Y, Fonarow, GC, et al. =9ptAssociation Between Sacubitril/Valsartan Initiation and Health Status Outcomes in Heart Failure with Reduced Ejection Fraction: Findings from the CHAMP-HF Registry. Data presented at the European Society of Cardiology Heart Failure (ESC-HF); 2018 May 26-29; Vienna, Austria. [/list]












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.158.52.166 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)