Hora certa:
 

Notícias

AstraZeneca lança seu novo posicionamento estratégico de negócios e expande seu portfólio de saúde do pulmão em 2018

A AstraZeneca, biofarmacêutica global, assume um novo momento no mercado brasileiro. Há 19 anos no país, o principal objetivo estratégico da companhia está em saltar dos atuais 3,2 milhões para 5 milhões de pacientes atendidos até 2025.
 
Para isso, a empresa aposta no desenvolvimento de um portfólio sólido com medicamentos de prescrição para o tratamento de doenças em três principais linhas terapêuticas – Oncologia, doenças cardiovasculares, renais e metabólicas, e respiratória. “Até 2020, pretendemos lançar dez novos medicamentos no mercado brasileiro e temos compromissos fundamentais para alcançarmos nossos objetivos estratégicos até 2025, beneficiando 5 milhões de pacientes”, explica Fraser Hall, presidente da AstraZeneca Brasil.
 
Saúde do pulmão
 
Ao longo dos últimos anos, a farmacêutica vem redesenhando seu portfólio com foco na migração de cuidados primários para especialidades. Neste contexto, a AstraZeneca está consolidando a área respiratória como uma das mais estratégicas para a companhia. “O crescimento da área demonstra um amadurecimento do portfólio da companhia no mercado brasileiro. Atualmente oferecemos soluções completas para a saúde do pulmão, desde doenças como a asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) até enfermidades que demandam um tratamento mais personalizado como para a asma grave e diferentes linhas e tipos de tratamento para variações do câncer de pulmão”, afirma Fraser Hall.
 
Ainda segundo Hall, a mudança da dinâmica do mercado de doenças respiratórias no Brasil é um dos indicadores do amadurecimento desse mercado como um todo. “O conceito de medicina personalizada, onde o tratamento é direcionado conforme as necessidades e respostas do paciente é um dos nossos principais pilares e norteia nossas principais estratégias”, explica o executivo.
 
A linha respiratória responde atualmente por 23% do faturamento anual global da companhia, sendo a segunda área terapêutica mais rentável para a AstraZeneca, atrás apenas das doenças cardiovasculares e metabólicas, que responderam por 36% do faturamento anual¹. Até 2020, a AstraZeneca pretende alcançar a marca de 30 submissões e aprovações para as três principais linhas terapêuticas, o que mostra que o desenvolvimento sustentável aliado ao rápido crescimento é um dos compromissos fundamentais da companhia no médio prazo.
 
“Nossa visão global até 2025 inclui alcançar a marca de 200 milhões de pacientes atendidos em todo o mundo”, explica Fraser Hall. “Neste sentido, o sólido compromisso da companhia em Pesquisa & Desenvolvimento é uma das chaves para alcançar nossas metas”, destaca o executivo. Em 2017, foram mais de 5,8 bilhões de dólares investidos em Pesquisa & Desenvolvimento.
 
Referências:
 
¹AstraZeneca Annual Report and Form 20-F Information 2017: https://www.astrazeneca.com/content/dam/az/Investor_Relations/annual-report-2017/annualreport2017.pdf












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.234.228.185 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)