Hora certa:
 

Notícias

REVISTA UPPHARMA: Médicos querem conteúdo de qualidade sem viés comercial de laboratórios, apontam pesquisas

A internet é uma das ferramentas mais disruptivas que surgiram nos últimos tempos quando se trata de comunicação. Nos dias hoje, é praticamente impossível viver sem os recursos que essa invenção nos trouxe, como computadores, tablets, celulares e outros dispositivos móveis. Por meio da internet, a comunicação ultrapassou fronteiras, transformando totalmente o nosso cotidiano e as possibilidades de relacionamento entre as pessoas, as empresas e seus públicos de interesse.

Em um mundo cada vez mais digital, a comunicação ganhou mobilidade e acontece em tempo real, criando uma dinâmica que permite às empresas se comunicarem de forma integrada e com muito mais assertividade com seus públicos. Da mesma forma, a propaganda médica foi totalmente afetada com a revolução digital. A evolução das mídias digitais provocou mudanças profundas nos modelos de promoção de medicamentos à classe médica. Nessa nova era, cada vez mais as Farmacêuticas precisam entender as necessidades desses clientes, desenvolvendo estratégias eficientes para os diversos perfis de médicos com as diferentes ferramentas disponíveis, facilitando assim a chegada da informação.

O fato é que a comunicação baseada somente na busca por cliques ou visualizações a partir de conteúdos de cunho meramente publicitário pode não ser a mais adequada aos médicos, profissionais muito esclarecidos e exigentes em relação à credibilidade das informações que recebem. Hoje, mais do que nunca os médicos querem conteúdo de qualidade, ou seja, informações que possam auxiliá-los em sua rotina profissional. E, para isso, estão cada vez mais digitais.

Segundo pesquisas disponíveis no Brasil, os médicos brasileiros ficam cerca de 22 horas/mês navegando na internet e costumam realizar várias buscas no Google (segundo pesquisa do próprio Google). A maioria possui celulares, smartphones e tablets. Dados do Manhattan Research também mostram que a maioria dos médicos prefere receber a informação no formato digital e, ao mesmo tempo, demonstram interesse em interagir com a indústria farmacêutica por meio dos canais digitais. São profissionais que apreciam receber a informação médica por e-mails com newsletters, por exemplo, enviadas por fontes e com dados confiáveis. A maioria também se diz aberta a utilizar recursos de smartphones e receber conteúdo nos celulares. E um dos dados mais interessantes é que quase a totalidade dos médicos se interessa por conteúdos promocionais e costuma dividir informações com seus pacientes.
 
Uma nova opção de comunicação
 
Portanto, como é possível constatar, existe um grande universo a ser explorado pelos laboratórios, que podem contar com ferramentas digitais bastantes eficientes, como a plataforma SnifDoctor, da DPM Editora. Lançado em 2008, o canal possui mais de 93 mil médicos de várias especialidades cadastrados, que têm acesso diariamente a informações das áreas médica e de saúde direcionadas e muito bem selecionadas em linha com seus interesses. São artigos, informações das sociedades médicas nacionais, eventos, estudos, produtos etc., que formam um conteúdo rico, atualizado diariamente.

Trata-se de um canal de grande alcance, que facilita o desenvolvimento de estratégias, permitindo às empresas se comunicar de forma integrada e permanente com os médicos.
“Hoje, as mídias digitais têm um grande potencial de engajamento, basta fazer uma análise das últimas eleições para verificar o poder que esses canais têm na comunicação, disseminando informações e aproximando as pessoas. O grande diferencial do SnifDoctor é que conseguimos desenvolver e promover por meio da plataforma campanhas de produtos com muito mais conteúdo, o que é apreciado e acessado pelos médicos, como já comprovado em pesquisas, do que a simples apresentação publicitária do medicamento com todo viés comercial. O que oferecemos é um ambiente em que o médico consegue navegar e obter informações úteis para seu dia a dia e, ao mesmo tempo, conhecer os produtos e lançamentos da indústria farmacêutica de uma forma diferenciada”, explica Nelson Coelho, Diretor da DPM Editora e também Publisher da revista eletrônica UPpharma.

Segundo ele, atualmente, o SnifDoctor tem mais de 315.000 acessos por mês. Em média, o tempo de navegação do médico na plataforma gira em torno de 9 minutos. Esses e outros dados são comprovados por meio de relatórios, que mostram a eficácia da ferramenta na comunicação com os médicos. Além da atualização diária de notícias, os assinantes recebem um e-letter semanal, preparado pela DPM Editora com informações diversas que aumentam o engajamento desses profissionais, criando uma comunicação isenta e muito mais eficiente com os principais clientes da indústria farmacêutica.

“O grande diferencial do canal SnifDoctor é a credibilidade das informações que levamos. As notícias veiculadas, elaboradas pela redação de DPM Editora e obtidas junto às agências nacionais e internacionais e assessorias, formam um acervo de qualidade e confiável. E é isso que o médico busca. Estratégias que visam somente cliques e não oferecem conteúdo de interesse aos clientes estão fadadas ao insucesso. O SnifDoctor é um canal de comunicação consolidado e respeitado pelos profissionais da área de saúde”, acrescenta Nelson.

A DPM Editora está sempre aberta para explicar os recursos dessa plataforma, que traz inúmeras possibilidades para que a indústria possa fazer contato e se comunicar com seus públicos de interesse, levando muito mais conteúdo confiável e alcançando mais engajamento, relevância, interação e proximidade com os clientes.
 
 
SBC: parceria estratégica
 
Desde 2016, a plataforma digital SnifDoctor mantém uma parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), que percebeu o potencial e a credibilidade do canal para expandir a comunicação junto a um público, que, atualmente, não é atingido pela Sociedade. Por meio dessa aliança estratégica, o SnifDoctor distribui, há mais de dois anos, para todos os seus mais de 93 mil assinantes (dados de novembro), o Jornal da entidade, uma publicação mensal de grande reconhecimento na área médica.

Com essa parceria, a SBC visa levar informações úteis e estimular a troca de conteúdo de interesse entre todos os elos da cadeia, desde a indústria farmacêutica, indústria de equipamentos, profissionais de outras especialidades, além da cardiologia e profissionais da saúde em geral. Para os médicos, a publicação da SBC é uma fonte de atualização não-científica, que traz informações úteis para os profissionais em relação à atuação da entidade e outros assuntos da área de cardiologia.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 54.236.246.85 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)