Hora certa:
 

Notícias

Relatório da Johnson & Johnson revela avanços na 'Saúde para a Humanidade'

A Johnson & Johnson apresentou seu relatório anual de sustentabilidade ‘Saúde para a Humanidade’, detalhando os avanços alcançados em 2018. O material conta como a empresa utiliza o tamanho e alcance do seu negócio para promover mais saúde para as pessoas, desenvolver e melhorar a qualidade de vida de seus colaboradores, estabelecer e manter práticas de negócio íntegras e responsáveis e proteger o meio ambiente.  O documento também inclui os progressos para alcançar as metas de 2020 definidas pela própria companhia para melhorar a Saúde da Humanidade e os compromissos assumidos para apoiar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

“Na Johnson & Johnson, sabemos que mudar a trajetória da saúde da humanidade requer dedicação e comprometimento em muitas frentes", diz Alex Gorsky, presidente e CEO da Johnson & Johnson. "Estamos orgulhosos de compartilhar o relatório 2018 ‘Saúde para a Humanidade’ que detalha o progresso que fizemos na melhoria de nossas práticas ambientais, sociais e de governança — e estamos comprometidos em encontrar ainda mais maneiras de criar uma sociedade mais saudável. Não é apenas parte do nosso modelo de negócio, é um princípio fundamental de nossos valores como empresa".

Melhor saúde para todos

Início do primeiro estudo de eficácia em grande escala para uma vacina preventiva de HIV-1 a ser conduzida em cinco países do sul da África, juntamente com parceiros como National Institutes of Health, HIV Vaccine Trials Network, Bill & Melinda Gates Foundation e a South African Medical Research Council, entre muitos outros.

Anúncio de uma parceria abrangente com o Ministério da Saúde de Ruanda para fortalecer e ampliar o acesso à saúde mental de qualidade no país.

Parceria ampliada com a UNICEF com um compromisso de 10 milhões de dólares para apoiar o trabalho crucial da linha de frente dos trabalhadores da saúde na prestação de cuidados para recém-nascidos, crianças e mães em todo o mundo.

Capacitação de 104.479 trabalhadores de saúde, em 67 países, em construção de habilidades essenciais como desenvolvimento de liderança para oferecer melhor qualidade de atendimento. No Brasil, foram capacitados mais de 400 profissionais, em cinco estados, para apoio e cuidado às famílias vítimas do vírus Zika.

Pessoas

Capacitação de 77.732 funcionários nos princípios de “energy for performance”, um programa de treinamento desenvolvido pela Johnson & Johnson Human Performance Institute.
Ajustes no processo de contratação na Johnson & Johnson para permitir uma maior transparência, melhor eficiência e experiência do candidato por meio de novas plataformas.
Políticas globais com o objetivo de ter a força de trabalho mais saudável do mundo.

Práticas de negócios responsáveis:

Desenvolvimento Co-liderado do “connect 4 children” (C4c), projeto para criar uma rede Pan-europeia de ensaios clínicos para 2024, para facilitar a realização de ensaios clínicos pediátricos na União Europeia.

Avanço no status de  "trendsetter" no centro para o índice CPA-Zicklin de responsabilidade política, que é referência nas políticas de divulgação e responsabilização política e práticas para as despesas relacionadas com a eleição de empresas públicas dos EUA.

No Brasil, a Janssen já implementou a serialização em todas as linhas de produção de sua planta em São José dos Campos, São Paulo. O trabalho e antecipação à legislação foram reconhecidos pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A Janssen está participando de um piloto para colaborar com a construção do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM), que possibilitará a rastreabilidade de medicamentos no Brasil.

Saúde ambiental

Um dos objetivos de ‘Saúde para a Humanidade’ 2020, é reduzir as emissões absolutas de carbono em 20%. Desde 2010 a redução já foi de 26%.

A Johnson & Johnson Consumer Inc. tornou-se signatária do compromisso global da New Plastics Economy, e se comprometeu a usar materiais mais reciclados nas embalagens, reduzir a dependência de embalagens de uso único e garantir que 100% das embalagens plásticas sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis até 2025.

Depoimentos de executivos da companhia

"Todos os dias o mundo enfrenta doenças novas, mais complexas e generalizadas que dificultam que as pessoas vivam com plena saúde. É por isso que não procuramos apenas tratar doenças, estamos mudando a maneira de antever, prevenir e interceptar as doenças em comunidades ao redor do mundo ", disse Jaak Peeters, Global Head, Global Public Health da Johnson & Johnson. "Com novas abordagens estamos trabalhando incansavelmente para criar um mundo sem doenças e redefinir a saúde para as gerações futuras."

"Enquanto a saúde avança globalmente, ainda há pessoas, tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento, que continuam a não ter acesso aos cuidados essenciais", disse Lauren Moore, Vice President of Global Community Impact da Johnson & Johnson. "Com nossas parcerias estratégicas, que capacitam os que estão na linha de frente, nos comprometemos a chegar até as comunidades mais vulneráveis do mundo, permitindo que os cuidados de saúde estejam às mãos daqueles que mais precisam deles."

"Na Johnson & Johnson acreditamos que toda pessoa tem o direito a uma vida saudável e nós nos responsabilizamos perante às pessoas que confiam suas vidas a nós", disse Peter Fasolo, Ph.D., Chief Human Resources Officer da Johnson & Johnson. "Somos 140.000 funcionários em mais de 60 países e nos esforçamos para criar a força de trabalho mais saudável do mundo e garantir que a próxima geração seja mais saudável do que a última."

Sobre o relatório ‘Saúde para a humanidade’

O relatório ‘Saúde para a Humanidade’ fornece uma atualização anual sobre o desempenho e o progresso nas áreas ambiental, social e de governança, que são relevantes para o nosso negócio. O relatório detalha como estamos cumprindo nossos compromissos em quatro áreas-chave: melhor saúde para todos, investindo em nossas pessoas, práticas comerciais responsáveis e proteção ao meio ambiente.  












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 34.204.169.76 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)