Hora certa:
 

Notícias

Cimed tem financiamento de R$ 100 milhões aprovado pelo BNDES para construção de nova fábrica

A Cimed está iniciando as obras de sua nova fábrica. A empresa acaba de assinar contrato de um financiamento no valor de R$ 100 milhões pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para essa construção. A nova unidade, assim como a atual, estará localizada em Pouso Alegre (MG), num espaço de mais de 283 mil m², exclusivamente destinado à produção de medicamentos sólidos orais (comprimidos) genéricos e similares.

Com mais que o dobro de tamanho em relação à atual, a fábrica resultará para o grupo em um incremento de 35% na sua capacidade de produção, nessa categoria. Ou seja, serão produzidos 40 milhões de comprimidos ao mês – capacidade que pode chegar a 60 milhões no médio prazo. Outro ponto de destaque é a modernização dos processos produtivos, uma vez que a unidade foi pensada para os próximos 30 anos, a partir de inovações, tecnologias de automação e padrões internacionais, que impactará de forma positiva o custo dos produtos. A implantação do projeto incorporará à linha de fabricação equipamentos que diminuirão a manipulação de materiais e o transbordo de matéria-prima, reduzindo o tempo de produção e proporcionando também maior segurança.

“A nossa primeira unidade foi estabelecida em Pouso Alegre em 1999. Desde então, ampliamos a linha de produtos e realizamos diversos investimentos no parque industrial. No final do ano passado, tivemos a oportunidade de adquirir uma planta próxima ao atual parque fabril, o que tornou o plano de expansão um grande investimento para a empresa”, ressalta João Adibe, CEO da Cimed, que investe entre R$ 45 e R$ 55 milhões por ano no desenvolvimento de novos produtos, para oferecer, cada vez mais, medicamentos de alta qualidade a preços acessíveis. “O suporte do BNDES representa um apoio à indústria farmacêutica nacional e um fortalecimento para a produção de medicamentos genéricos em nosso país”, celebra o executivo.

A conclusão da obra, já em curso, está prevista para dezembro de 2020. Já o início das operações é estimado para abril de 2021. O projeto criará 500 novos postos de trabalho direto - grande parte composta por vagas de alta qualificação para profissionais como farmacêuticos, engenheiros e químicos. “O mercado de genéricos é estratégico para a Cimed e sua participação no faturamento do grupo vem aumentando significativamente. No ano passado, essa categoria representou 25% da nossa receita”, comenta Adibe.

A redução do impacto ambiental gerado pela atividade industrial também está prevista nos investimentos na nova planta. Assim como um consumo consciente da água, que será reaproveitada nos demais serviços de apoio, a instalação de sistema de iluminação de baixo consumo energético e gerenciamento de resíduos advindos da manufatura.

Mesmo depois de inaugurar sua nova fábrica, a Cimed manterá a unidade atual de Pouso Alegre ativa, com foco nas demais linhas de produtos - medicamentos isentos de prescrição, vitaminas, produtos de higiene e beleza, e de saúde e nutrição. Em 2018, o faturamento da companhia ultrapassou a marca de R$ 1.2 bilhões e, em 2019, a expectativa é um crescimento de 24%, ultrapassando os R$ 1.6 bilhões.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 107.23.37.199 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)