Hora certa:
 

Notícias

Janssen avança na rastreabilidade e serialização de medicamentos no Brasil

A falsificação de medicamentos, processos de logística incorretos e até roubo de cargas desafiam a indústria farmacêutica e também entidades como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Dentro deste contexto, para garantir maior segurança para a população, um tema passa a ser cada vez mais debatido, a rastreabilidade, tecnologia pela qual seja possível acompanhar a vida do medicamento, em toda a cadeia produtiva, desde a fabricação até o consumo final. Em meio a esse debate, o relatório anual de sustentabilidade da Johnson & Johnson ‘Saúde para a Humanidade’ destacou os avanços alcançados pela empresa em 2018 no Brasil, que contou com reconhecimento da Anvisa.

A lei e o case de sucesso Janssen

Em 2009 foi promulgada a Lei 11.903/09, que dispõe sobre a criação de um Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM). Em 2016, a Janssen, farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, passou a investir em tecnologia para a implementação da serialização e rastreabilidade de todos os seus medicamentos fabricados no Brasil. Importante observar que serializar é identificar com um número único cada unidade de venda do medicamento. Desta forma, o paciente e o profissional de saúde têm a total segurança de que estão lidando com um produto original.

A Janssen já implementou a serialização em todas as linhas de produção de sua fábrica em São José dos Campos, no interior de São Paulo. O trabalho e antecipação à legislação foram reconhecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A Janssen está, inclusive, participando de um piloto para colaborar com a construção do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos. Internamente, o processo de serialização e rastreabilidade da empresa está totalmente concluído. Já é possível rastrear os produtos até o Centro de Distribuição. A parte externa depende da conclusão do sistema que integrará as informações de todos os participantes da cadeia logística, o que deve ocorrer até 2022, conforme previsto na lei.

Colaboração global

A Janssen Brasil participou também do projeto que faz parte de um programa global da empresa, criado justamente para padronizar os processos de serialização e rastreabilidade de produto em todo o mundo. A iniciativa está presente em diferentes unidades fabris da companhia, em cerca de 40 países, e abrange todos os itens da Janssen e inclui os setores de Consumo e Medical Devices (equipamentos médicos). Para ser colocado em prática no Brasil, o projeto contou com a participação de mais de 70 pessoas dedicadas, 500 treinadas, engajamento de 20 clientes de todos os elos da cadeia, sendo oito deles participantes dos projetos pilotos em andamento, workshops realizados internamente e com parceiros, além de altos investimentos.

Mais benefícios

O relatório anual de sustentabilidade da Johnson & Johnson ‘Saúde para a Humanidade’, que detalha os avanços alcançados em 2018, descreve que uma cultura de excelência de qualidade proativa em toda a empresa implica em qualidade, segurança e confiabilidade dos produtos. Dentro destes quesitos, em caso de suspeita de remédio falsificado, por exemplo, a serialização inclui um código 2D que pode ser observado na embalagem, mas que também disponibiliza mais informações sobre o caminho logístico conforme leitura em dispositivo específico.

Este projeto trouxe também um impacto ambiental positivo e promoveu melhorias na qualidade dos produtos, reduzindo o índice de devolução do cliente por unidades faltantes, por exemplo, que seguiam diretamente para destruição após a devolução de mercado.

 

 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 34.204.169.76 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)