Hora certa:
 

Notícias

Profarma apresenta evolução nos resultados no último trimestre

A Profarma divulgou no dia 12 de novembro de 2019, os resultados do terceiro trimestre de 2019 (3T19). A receita bruta consolidada do Grupo Profarma no período atingiu R$ 1,5 bilhão, evidenciando crescimento de 14,6% na comparação com o 3T18, além de incremento de 34,8% no Ebitda, que registrou R$ 31,6 milhões. Os desempenhos de receita e Ebitda ocorreram concomitante com a redução da alavancagem da Companhia, cujo indicador dívida líquida/Ebtida saiu de 5,6x no 3T18 para 4,0x no 3T19 e, ainda, com a redução de 7 dias no ciclo de caixa, o que caracteriza menor necessidade de capital de giro.

Outra conquista no trimestre foi a parceria firmada entre o Grupo Profarma e o UNICEF - Fundo das Nações Unidas para a Infância. O acordo foi celebrado por meio do IPRS - Instituto Profarma de Responsabilidade Social, cuja missão é contribuir para o acesso de crianças e adolescentes à saúde e educação, o que está alinhado com os propósitos do UNICEF. Essa é a primeira parceria do UNICEF com o segmento de distribuição e varejo farmacêutico no Brasil.

"Fomos escolhidos para ser a primeira parceria do UNICEF com o segmento farmacêutico nacional em virtude de nossa idoneidade e integridade. Estamos muito orgulhosos por isso e animados para contribuir com o futuro de milhões de crianças! E esperamos que outras empresas possam se juntar a nós nesta importante causa. Com relação aos nossos resultados, tivemos forte desempenho neste trimestre, quando, mais uma vez, direcionamos nossos esforços para o aumento da geração de caixa, o ganho de rentabilidade e a consequente redução do nosso grau de alavancagem financeira. Temos transformado as vantagens do modelo integrado em resultados, trimestre a trimestre.", ressalta o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da Profarma, Max Fischer.

Destaques por Divisão

DISTRIBUIÇÃO

A Divisão registrou evolução de 18,6% na receita bruta no trimestre, quando comparado com o 3T18, e aumento de 41,7% no Ebitda, que atingiu R$ 25,1 milhões, com margem Ebitda de 2,1%, 0.3 p.p. maior que o mesmo período do ano anterior (1,8%). Destaca-se também a redução de 4,7 dias no ciclo de caixa e de 0,6 p.p. das despesas operacionais e corporativas em relação à receita líquida, resultado das contínuas melhorias de processo implementados nos CDs, incluindo a metodologia Lean.

VAREJO

O faturamento médio por loja foi 1,8% acima do registrado no 3T18 e, considerando o conceito lojas maduras, houve crescimento também de 1,8% no mesmo período. O Ebitda da Divisão foi 18,7% maior, na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, atingindo R$ 5,9 milhões e margem Ebitda de 1,9%, 0,4p.p. maior que no 3T18. O ciclo de caixa foi 2,3 dias menor do que no mesmo período de 2018, 30,3 dias, bem abaixo da média das grandes redes.

 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 3.215.182.36 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)