Hora certa:
 

Notícias

Profissionais de Saúde de nove hospitais públicos recebem doação de protetores Face Shield

Equipamento foi distribuído de acordo com o porte e necessidade de cada instituição
 
A FQM Farmoquímica – em continuidade às contribuições sociais já efetuadas assiduamente pela empresa – realizou uma ação, a fim de cooperar com o trabalho dos profissionais de saúde que estão, em tempo e esforço integral, na linha de frente do combate ao novo coronavírus. A empresa efetivou uma doação de protetores faciais Face Shield, para hospitais públicos que estão com alta demanda nos atendimentos de pacientes infectados. Inicialmente, foram produzidas 30.000 máscaras, as quais, 27.300 foram destinadas aos hospitais, de acordo com o porte e necessidade de cada instituição. As demais, distribuídas internamente para proteção e utilização de seus colaboradores.
 
Nove centros clínicos já foram beneficiados, dentre eles, o Hospital Municipal Rocha Faria; Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Instituto Nacional do Câncer (INCA); Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz); Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE); Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE); Hospital São Paulo – Hospital Universitário da Universidade Federal de São Paulo (HSP/HU-Unifesp); o Hospital Central da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e a Santa Casa Ouro Fino de Minas Gerais.
 
A FQM também está firmando uma parceria com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), para nova doação de protetores Face Shield. A princípio, a empresa enviará 1.500 unidades para que a entidade distribua entre as suas federadas, a começar pelos estados do Pará e Amazonas.
 
O protetor facial evita o contato de qualquer tipo de fluído corporal, como a saliva, e outros agentes externos, e deixa a salvo olhos, nariz e boca, que são principais fontes de contágio do Covid-19. É indicado para todos os profissionais da área da saúde, uma vez que o equipamento permite, durante sua utilização, que a comunicação permaneça clara com os pacientes, sem ruídos ou abafamento na voz.
 
De acordo com o fabricante, o protetor facial previne não somente a infecção do Covid-19, mas também outras doenças causadas por vírus, bactérias e outros tipos de contaminação. O protetor facial deve ser higienizado com álcool 70% ou hipoclorito de sódio, e possui validade vitalícia. Por se tratar de um produto reutilizável, evita a escassez do equipamento de proteção, assegurando um menor número de agentes da saúde infectados durante o contato com os pacientes suspeitos ou com confirmação da doença.
 
A ação se adiciona às diversas iniciativas anteriores da empresa, como a doação de cestas básicas e álcool em gel para comunidades carentes, recursos para montagem de leitos adicionais de UTI em hospitais públicos, entre outras.
 
“A FQM está envidando todos os esforços possíveis para assegurar a integridade física dos profissionais de saúde envolvidos diretamente no combate à doença, e acreditamos que essa doação será mais um passo importante”, afirma o presidente do Grupo FQM, Fernando Itzaina.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 3.235.22.210 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)