Hora certa:
 

Notícias

AbbVie e Genmab anunciam acordo de colaboração em oncologia

A AbbVie e a Genmab A/S anunciaram amplo acordo de colaboração para, conjuntamente, desenvolver e comercializar três candidatos a anticorpos biespecíficos, em fase inicial de investigação, e também para pesquisar e descobrir futuros anticorpos terapêuticos diferenciados para o câncer. A parceria inclui desenvolver programas de anticorpos biespecificos de futura geração da Genmab - epcoritamab (DuoBody®-CD3xCD20), DuoHexaBody®-CD37 e DuoBody-CD3x5T4. A colaboração combina o sistema de classe mundial da Genmab para a descoberta e desenvolvimento de candidatos a anticorpos terapêuticos biespecíficos, com o profundo conhecimento clínico da AbbVie, assim como sua plataforma inovadora de anticorpos conjugados inovadores (ADC, da sigla em inglês Antibody-Drug Conjugate) e sua liderança comercial global em terapias para cânceres hematológicos. 

A colaboração para a pesquisa em busca de novas descobertas combinará anticorpos patenteados de ambas as companhias com a tecnologia DuoBody da Genmab e a tecnologia ADC da AbbVie, para selecionar e desenvolver até quatro candidatos adicionais de anticorpos diferenciados de próxima geração, tanto em tumores sólidos quanto em cânceres  hematológicos. A tecnologia DuoBody-CD3 da Genmab seleciona e direciona células T citotóxicas para os tumores, provocando uma resposta imune contra as células tumorais malignas. A tecnologia ADC da AbbVie permite a liberação de uma toxina terapêutica diretamente nas células cancerosas, poupando células normais e saudáveis, o que resulta numa abordagem de tratamento mais direcionada e menos tóxica.

"Esta colaboração transformadora nos permitirá acelerar, ampliar e maximizar o desenvolvimento de alguns dos mais promissores candidatos a anticorpos biespecíficos em estágio inicial, incluindo epcoritamab, com a meta principal de viabilizar estas possíveis terapias de forma mais rápida para os pacientes com câncer", afirmou Jan van de Winkel, Ph.D. e CEO da  Genmab. "Este anúncio marca o início de uma nova jornada para a Genmab, que combina nosso conhecimento em biologia de anticorpos e profundo conhecimento em plataformas de tecnologia de anticorpos de nova geração verdadeiramente inovadores, com  a capacidade e posição de liderança da AbbVie em cânceres hematológicos".  

"Epcoritamab é um importante ativo para a nossa já robusta unidade de onco-hematologia", afirmou o médico Michael Severino, vice-chairman e presidente da AbbVie.  "Combinando as fortalezas de nossas duas organizações, podemos avançar o cenário de tratamento para os pacientes que lutam contra o câncer". 

Detalhes do acordo de colaboração 

Esta colaboração compreende o desenvolvimento e a comercialização conjunta de três candidatos a anticorpos terapêuticos biespecíficos.  As companhias compartilharão as responsabilidades comerciais de epcoritamab nos EUA e Japão, ficando a AbbVie responsável pela comercialização global nos demais países. A Genmab irá receber pelas vendas líquidas nos EUA e Japão e receberá royalties pelas vendas globais.  Quanto a DuoHexaBody-CD37, DuoBody-CD3x5T4 e qualquer outro candidato à terapia desenvolvido a partir de descobertas resultantes deste acordo de colaboração, Genmab e AbbVie compartilharão as responsabilidades de desenvolvimento global e comercialização nos EUA e Japão.  A Genmab detém o direito de co-comercializar estes produtos, junto com a AbbVie, fora dos EUA e Japão. Pela parceria de pesquisa, a Genmab conduzirá os estudos de Fase 1 para estes programas.  A AbbVie detém os direitos de optar pelo desenvolvimento do programa.  

Pelos termos do acordo, a AbbVie pagará US$ 750 milhões adiantados à Genmab, que poderá receber até US$ 3.15 bilhões por determinados marcos regulatórios e em vendas por todos os programas, assim como royalties entre 22 por cento e 26 por cento das vendas líquidas de epcoritamab fora dos EUA e Japão. Exceto pelos royalties dessas vendas, as partes compartilharão lucros (50:50) pré-taxados da venda dos produtos. Estão incluídos entre os marcos o pagamento de até US$ 1.15 bilhão relativo ao sucesso de desenvolvimento clínico e comercial entre os três programas existentes de anticorpos biespecíficos. Adicionalmente, se todas as quatro gerações futuras de candidatos a anticorpos desenvolvidos resultantes da colaboração de pesquisa forem bem sucedidos, a Genmab poderá receber até US$ 2.0 bilhões, opção que pode exercer com base no sucesso dos programas. 

 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 3.235.22.210 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)